Walter Carneiro Júnior aposta na agricultura de MS

Walter Carneiro Júnior defende o fortalecimento da produção agrícola em MS

Entre as suas propostas para o setor, candidato a deputado federal vai lutar por mais titularização de terras para pequenos agricultores do Estado

 

Willams Araújo

O advogado Walter Carneiro Júnior (PP) vai defender o fortalecimento da produção agrícola em Mato Grosso do Sul durante o seu mandato de deputado federal que começa em fevereiro, caso seja eleito em 2 outubro para ocupar umas das oito cadeiras da Câmara dos Deputados.

Entre as suas propostas para o setor,  o candidato garante lutar por mais titularização de terras para pequenos agricultores do Estado.

Walter Carneiro Júnior é candidato dentro do projeto político liderado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) visando eleger Eduardo Riedel (PSDB) ao governo do Estado e a deputada federal Tereza Cristina (PP-MS) para o Senado no próximo pleito.  

A titularização de terras é uma marca forte do governo do presidente Jair Bolsonaro durante a gestão de Tereza Cristina no Ministério da Agricultura.

A ideia do candidato progressista é atuar em parceria com os governos federal e estadual na construção de políticas públicas que venham fortalecer ainda mais o setor agropecuário, principalmente em Mato Grosso do Sul, que  um estado essencialmente agrícola e destaque nacional em produção.

“No Brasil, a política de agricultura familiar que foi construída nos últimos anos pela ex-ministra da Agricultura e candidata ao Senado, Tereza Cristina, possibilitou a entrega de mais de 340 mil títulos. Como candidato a deputado federal, quero trabalhar em parceria com o governo federal e o estadual a fi­m de fortalecer a produção no campo”, assegura ele.

No dia 29 de março, Bolsonaro e Tereza Cristina participaram de uma cerimônia de entrega de títulos de propriedade rural a famílias do Assentamento Itamarati, em Ponta Porã, onde foram entregues mais de 2,6 mil documentos de titulação.

Para o candidato do PP, a política de titulação de terras intensificada pela então ministra Tereza Cristina deu dignidade a assentados.

“Entregar os títulos de propriedade rural aos pequenos agricultores é realizar o sonho de quem vive da agricultura familiar. Com o documento de titulação da terra em mãos, as famílias conseguem crédito rural e mais independência”, reforça Walter Carneiro Júnior, que tem percorrido os bairros de Campo Grande e os municípios do Estado levando a sua mensagem.