Riedel destaca a importância da fé: “Ela é nosso alicerce”

Na Marcha para Jesus, Riedel destaca a importância da fé: “Ela é nosso alicerce”

Ao lado da esposa, Mônica, o candidato ao Governo do Estado participou ontem do evento, na capital.

Eduardo Riedel (PSDB), candidato ao Governo de Mato Grosso do Sul pela Coligação Trabalhando por um Novo Futuro (Número 45), e sua esposa, Mônica Riedel, se emocionaram ontem durante a Marcha para Jesus, em Campo Grande. O evento reuniu mais de 120 mil pessoas e marcou o momento de fé dos campo-grandenses.
“É uma energia muito grande, uma sensação de congregação. Estou muito feliz de estar aqui com a Mônica, com amigos e milhares de pessoas que tem fé em Deus e em um mundo melhor, com amor, solidariedade, respeito ao próximo e esperança num futuro melhor para todos os sul-mato-grossenses. A fé é nosso alicerce”, disse o candidato.
Na abertura da Marcha, na Praça do Rádio, Riedel e Mônica foram saudados por centenas de pessoas. Na caminhada pela Afonso Pena, o candidato conversou com a população ao lado de sua parceira de chapa, e candidata ao Senado, a ex-ministra do presidente Jair Bolsonaro, Tereza Cristina
“Estou aqui para ratificar a conduta de valores e princípios em que acredito. Acho muito importante a Marcha para Jesus, porque é um evento onde as famílias se reúnem, louvam e podem refletir, especialmente nesse ano de eleição. Esse momento é muito importante, pois precisamos escolher o destino que iremos dar ao Brasil”, afirmou Eduardo Riedel.
O tema da Marcha para Jesus deste ano foi “Igreja, Guardiã de Fé”, com o objetivo de reforçar os valores cristãos e destacar o papel da igreja no amparo espiritual e no acolhimento de pessoas em situação de vulnerabilidade. De acordo com os organizadores, o evento foi destinado a todos que acreditam na palavra de Deus e não só aos evangélicos.
A Lei Nº 4.063, de 2003, inclui a Marcha para Jesus no calendário oficial do município de Campo Grande. A festa é tradicionalmente realizada em 26 de agosto, todos os anos, no aniversário da cidade. No entanto, excepcionalmente, neste ano, foi transferida para o feriado do Dia da Independência.