Presidente Jair Bolsonaro troca Joice Hasselman por Eduardo Gomes como líder do governo no Congresso Nacional

 

O presidente Jair Bolsonaro decidiu nesta quinta-feira (17) tirar a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) do comando da liderança do governo no Congresso e substituí-la pelo senador Eduardo Gomes (MDB-TO).

 

A deputada assinou a lista de apoio à manutenção do deputado Delegado Waldir (GO) na liderança do PSL na Câmara dos Deputados, o que contrariou o governo. O presidente Jair Bolsonaro queria no posto um dos filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro.

 

Uma gravação de conversa telefônica do presidente mostra Bolsonaro articulando para destituir Delegado Waldir. Mas Waldir obteve na bancada do PSL mais assinaturas de apoio que Eduardo Bolsonaro e foi mantido no posto.

 

 

Com a escolha de Eduardo Gomes, o governo passa a ter dois líderes do MDB – o outro é Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), líder do governo no Senado.

 

“Vou para liderança do governo honrado com o convite do presidente e comprometido com a pauta que já vinha defendendo: ajudar o país no exercício das pautas importantes, como a [reforma da] Previdência e a [reforma] tributária. Tenho ótima relação tanto com presidente da Câmara quanto do Senado. Não entro na briga interna de partidos”, afirmou Gomes ao repórter Nilson Klava, da GloboNews.

 

Horas após a confirmação da substituição de Joice Hasselman por Eduardo Gomes, o porta-voz do presidente da República, Otávio Rêgo Barros, divulgou a seguinte nota:

 

 

“Sendo uma prerrogativa do presidente da República escolher seus líderes para representar o governo no Poder Legislativo, será encaminhada mensagem ao Congresso Nacional informando a substituição da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) pelo senador Eduardo Gomes (MDB-TO) na função de líder do governo naquela casa legislativa.”

 

 

Crise no PSL

 

 

A disputa pela liderança da bancada do PSL na Câmara é mais um capítulo da crise interna da sigla, que se acentuou na semana passada após Jair Bolsonaro deflagrar publicamente um conflito político com o presidente do partido, deputado Luciano Bivar (PE).

 

Joice foi escolhida como líder do governo no Congresso pelo presidente Jair Bolsonaro em fevereiro deste ano. A deputada é filiada ao PSL, mesmo partido de Bolsonaro, e está no primeiro mandato de deputada federal, eleita com 1 milhão de votos.

 

Ao colunista do G1 e da GloboNews Valdo Cruz, Joice Hasselmann afirmou que o governo faz “besteiras”.

 

“Minha alforria chegou. Cansei de fazer discurso para consertar as besteiras deste governo”, disse Joice.

 

A deputada vê “ingratidão” no governo Bolsonaro. “Falei para o Ramos [Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria de Governo] que a ingratidão impera neste governo”, disse.

 

Fonte: G1

 

Destaques