Encontro de arte, educação e direitos humanos acontece dia 19 de agosto

O II Encontro de Arte, Cultura, Educação, Profissionalização, Trabalho, Esporte e Direitos Humanos acontece no dia 19 de agosto, a partir das 8h30, na Câmara Municipal de Campo Grande. A coordenadora de Proteção à População de Rua e Políticas sobre Drogas da Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos, Bárbara Rodrigues, ocupou a Tribuna, na sessão desta quinta-feira, para divulgar o evento, convidando a todos. Na data serão apresentadas e debatidas políticas públicas voltadas a pessoas que estão em vulnerabilidade. Ela falou a convite do vereador Pastor Jeremias Flores.

 

“Essa é uma temática complexa, difícil, mas o Comitê Pop Rua pode acompanhar, monitorar as políticas públicas das pessoas em situação de rua e drogadição”, afirmou. Bárbara acrescentou que há inúmeros motivos que precisam ser analisados para a pessoa estar na rua. “Não estamos aqui para vitimizá-los e sim para reforçar o trabalho de resgate, de inserção social”, acrescentando sobre a ação de efetivar políticas de assistência à saúde, segurança, educação, direito, entre outros.

 

Ela acrescentou que é obrigação de todos, um problema de todos, promover esse auxílio e resgate das pessoas em drogadição ou em situação de rua. “Há um caminho para chegar lá, mas ele precisa do caminho para sair de lá”, disse. Ela falou do trabalho de qualificação desenvolvido por meio de parcerias para fornecer estudo, inclusive durante o tratamento, e também encaminhar várias pessoas ao mercado de trabalho.

 

A coordenadora informou ainda que está sendo feita a disponibilização de algumas vagas para esse público, com apoio da Fundação Social do Trabalho (Funsat). “Campo Grande tem conseguido avançar. Por isso, peço para unirmos forças”, afirmou.

 

O vereador Pastor Jeremias Flores salientou a importância do trabalho para essas pessoas e do evento abrangendo vários temas. “Trata de educação, cultura, esporte e da inserção necessária para esses jovens. Vamos estar juntos para fortalecer esse entrelaçamento para mais pessoas serem atendidas”, disse.

Destaques