Criação do Complexo dos Poderes e Programa de Preservação agora são leis

A lei 5.237, de autoria do deputado estadual Amarildo Cruz (PT), cria o Complexo dos Poderes e estabelece o Programa de Preservação, Proteção e Recuperação Ambiental das áreas que abrangem o Parque dos Poderes, o Parque Estadual do Prosa e o Parque das Nações Indígenas. A nova norma foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (18).

 

Ficam estabelecidas regras gerais sobre a fauna, flora e belezas naturais existentes no complexo, tendo como objetivos e diretrizes: preservar (defendendo a mata nativa do Cerrado das diversas ameaças à sua biodiversidade), proteger (oferecendo mecanismos de fiscalização no combate a degradação e modificação), restaurar (recompondo as árvores extraídas) e  manter a qualidade de vida da bacia hidrográfica e do patrimônio cultural e paisagístico local.

 

A lei proíbe a supressão vegetal nas áreas que compõem o Complexo, bem como, a realização de obras de terraplanagem, a abertura de canais, o exercício de atividades capazes de provocar erosão ou assoreamento das coleções hídricas, a presença de rebanho de animais domésticos de propriedade particular, a exploração de recursos naturais e o uso de instrumentos de corte de árvores e de captura de animais.

 

Na lei foram anexadas as áreas que ficaram livres da proibição, todas constam em memorial descritivo elaborado pelo corpo técnico da Agência Estadual de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer). As obras e as edificações permitidas nas áreas que compreendem o Complexo somente poderão ser iniciadas após o devido cumprimento da legislação ambiental.

 

Deverão ser realizados estudos de compatibilidade da obra e do local, enquadramento no plano diretor do Complexo, assim como, as condições paisagísticas e o projeto definitivo. A altura máxima do prédio poderá ser a do térreo e de mais um andar. As ampliações, demolições, reformas e pintura somente serão permitidas com a devida e a prévia autorização da autoridade competente no âmbito estadual.

 

O Poder Executivo, garantida a participação do Legislativo e do Judiciário, editará regulamento que contemple, dentre outros temas necessários à execução da lei, as medidas de fiscalização e de aplicação de sanções.

Câmara Municipal

Vereadores de Campo Grande analisam 5 Projetos e 1 Veto na sessão de amanhã

Vereadores de Campo Grande analisam cinco Projetos e um Veto Parcial do Executivo durante a sessão ordinária de terça-feira (9).   Será analisado, em única discussão e votação, o Projeto de Lei 9.046/18, que autoriza o Poder Executivo a abrir crédito especial e criar o Conselho Gestor para o Fundo Municipal de Promoção da Tecnologia […]

Brasil e Mundo

Jair Bolsonaro diz, em tom de brincadeira, que capitães vão mandar no Brasil

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, visitou hoje (15) pela manhã a sede do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Bolsonaro chegou ao quartel, em Laranjeiras, na zona sul da capital fluminense, ao lado de assessores. A visita não foi acompanhada pela imprensa.   Por volta do […]

Partidos

Representantes dos servidores estaduais fazem manifesto em apoio a reeleição do governador Reinaldo Azambuja

Representantes de 18 sindicatos de servidores e da Cesp (Central das Entidades dos Servidores Públicos de MS) entregaram nesta quarta-feira (17) um manifesto de apoio à reeleição do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) por conta dos avanços conquistados pelas categorias durante os três anos e 10 meses de administração.   Apesar da maior crise financeira da […]